Óleo Resina de Copaíba (Bálsamo) - 10ml


  • Modelo: Óleo vegetal
  • Disponibilidade: Em estoque

    • R$24,80

    • R$31,00



Óleo Resina de Copaíba

Nome científico: Copaifera Officinalis

Origem: Brasil

Método de extração: retirada direto do tronco da árvore.


O óleo resina de copaíba é um dos óleos medicinais mais usados na Amazônia. Seu bálsamo, ou resina, também conhecido como óleo, é extraído diretamente do tronco da copaibeira apenas uma vez a cada três anos de forma sustentável.


Propriedades:

Misturado com mel e andiroba, combate infecções da garganta e processos gerais de gripes e resfriados. É muito apreciado para tratar infecções no trato respiratório e urinário devido às suas qualidades curativas e anti-inflamatórias, excelente expectorante para casos de bronquite e asma. É conhecido como imunoestimulante, um antibiótico natural altamente eficaz contra bactérias.

Poderoso antisséptico, bactericida e antibiótico natural, acelera a cicatrização de ferimentos, indicado para o pós-operatório, pois reduz edemas, inchaços e hematomas. Controla a oleosidade da pele. Possui ainda propriedades antifúngicas de pele e unha.

Além da comprovação popular de seus benefícios, já existem comprovações científicas de sua atividade anticancerígena, contra leishmaniose, gastroprotetora (úlceras e gastrite), antioxidante, vermífugo, repelente de insetos, diurético, problemas renais, para intestino preso e hemorroidas.


Na  Pele:

O óleo resina da copaíba é valorizado por suas propriedades antimicrobianas, anti-inflamatórias, antioxidantes e emolientes. Rejuvenesce a pele prevenindo o envelhecimento precoce, reduzindo machas e prevenindo rugas. Auxilia no tratamento de acne, psoríase, eczema, furúnculos, urticárias, alergias, pele rachada e sensível. Recomendado para formulações depilatórias; para pele oleosa com propriedades antissépticas. Alivia rapidamente a dor e coceira da pele inflamada e irritada. Coadjuvante no tratamento de celulites e estrias. Excelente para lábios e seios rachados (não utilizar na gestação e lactação).


No  Cabelo:

O óleo resina da copaíba junto com o óleo de andiroba ou pracaxi são extremamente eficazes no combate à caspa e seborreia.

No cabelo oleoso, a copaíba ajuda a equilibrar a produção excessiva de oleosidade no couro cabeludo.

Hidrata, devolve o brilho e revitaliza os fios. Combate a queda de cabelo.

 

Em Massagens:

O óleo resina da copaíba é indicado em massagens para alívio de dores musculares, nos joelhos, artrite, reumatismo, gota, pancadas e ativação da circulação sanguínea.

 

Modos de Uso:

Na pele pode ser usado para massagens faciais ou corporais, puro ou com a adição de óleos essenciais. Para hidratação da pele, aplicar algumas gotas nas mãos e espalhar pelo corpo molhado após o banho, sem a necessidade de enxágue. O uso pode ser diário.

Aplicar puro no rosto e lábios antes de dormir. Pode ser misturado com outros óleos vegetais.

Pode ser adicionado em cremes ou loções hidratantes faciais e corporais na proporção de 30 gotas (meia colher de café) para cada 50 gramas de creme. Em lesões como psoríase, erisipela, dermatites, escoriações e picadas de inseto a aplicação é direta cobrindo a lesão com o óleo fazendo uma leve massagem por alguns minutos para absorção do produto, 2 a 3 vezes ao dia.  Dependendo do tipo de lesão o interessante seria diluir no óleo de copaíba alguns óleos essenciais. Vale a pena visitar nossa loja na seção de óleos essenciais.

Aplicar 5 gotas em cada pé antes de calçar os sapatos ajuda na hidratação e no mau cheiro.

Com o cabelo seco, coloque algumas gotas (de 2 a 5 gotas, dependendo do tipo e comprimento do cabelo) do óleo nas mãos e aplique em mecha por mecha, espalhando em todo comprimento dos fios, da raiz às pontas. Deixe o produto agir por 40 minutos depois lave normalmente. Se preferir, aplique a noite e lave de manhã. Devido ao seu poder bactericida e antifúngico, pode ser aplicado no couro cabeludo. Para resultados ainda melhores misture com algumas gotas do óleo de pracaxi.

Adicione o óleo de copaíba em shampoos, máscaras capilares e sabonetes líquido de 1 a 5% do óleo: para cada 100ml adicionar 5ml (uma colher de chá) do óleo de copaíba.

Para misturar em sua máscara capilar ou condicionador, usar 5ml (uma colher de chá) para cada 100 gramas de produto.

 

Precauções:

Apesar de ser um produto seguro e 100% natural ele não deve ser utilizado em crianças pequenas, gestantes e lactantes.

Não faça automedicação e utilize sempre com a indicação e orientação de um profissional de saúde. Uso externo e para aromaterapia.

 

REFERENCIAS

CAVALCANTE, Rogério. Plantas da Amazônia na saúde bucal. Editora Clube dos Autores, 2007.

GHIZONI, C.V.C.; AMES, A.P.A.; LAMEIRA, O.A. et al. Anti-Inflammatory and Antioxidant Actions of Copaiba Oil Are Related to Liver Cell Modifications in Arthritic Rats. Journal of cellular biochemistry, 2017; 118(10):3409-23.

HUI, L-M.; ZHAO, G-D.; ZHAO, J-J. Cadinene inhibits the growth of ovarian cancer cells via caspase-dependent apoptosis and cell cycle arrest. International Journal of Clinical and Experimental Pathology. 2015; 8(6):6046-6056.


Ações antiinflamatórias e de alívio da dor:

Basile, A. C., et al. “Anti-inflammatory activity of oleoresin from Brazilian Copaifera.” J. Ethnopharmacol. 1988; 22: 101–9.

Ghelardini, C., et al. “Local anaesthetic activity of beta-caryophyllene.” Farmaco. 2001; 56(5-7): 387-9.

Fernandes, R. M., Contribuição para o conhecimento do efeito antiiinflamatorio e analgesico do balsamo de copaiba e alguns de seus constituintes quimicos. Thesis, 1986. Federal University of Rio de Janeiro.


Ações Citotóxicas e Anticancerosas:

Cavalcanti, B. C., et al. “Genotoxicity evaluation of kaurenoic acid, a bioactive diterpenoid present in Copaiba oil.” Food Chem. Toxicol. 2006; 44(3): 388-92.

Costa-Lotufo, L. V., et al. “The cytotoxic and embryotoxic effects of kaurenoic acid, a diterpene isolated from Copaifera langsdorffi.” Toxicon. 2002; 40(8): 1231–34.

Ohsaki, A., et al. “The isolation and in vivo potent antitumor activity of clerodane diterpenoids from the oleoresin of Brazilian medicinal plant Copaifera langsdorfii Desfon.” Bioorg. Med. Chem. Lett. 1994; 4: 2889–92.


Ações Antimicrobianas:

Wilkins, M., et al. “Characterization of the bactericidal activity of the natural diterpene kaurenoic acid.” Planta Med. 2002 68(5): 452–54.

Tincusi, B. M., et al. “Antimicrobial terpenoids from the oleoresin of the Peruvian medicinal plant Copaifera paupera." Planta Med. 2002; 68(9): 808–12.

Ações de proteção celular, anti-úlcera e cicatrização de feridas:

Paiva, L. A., et al. “Investigation on the wound healing activity of oleo-resin from Copaifera langsdorfii in rats.” Phytother. Res. 2002; 16(8): 737–39.

Paiva, L. A., et al. “Gastroprotective effect of Copifera langsdorffii oleo-resin on experimental gastric ulcer models in rats.” J. Ethnopharmacol. 1998; 62(1): 73–8.

Tambe, Y., et al. “Gastric cytoprotection of the non-steroidal anti-inflammatory sesquiterpene, beta-caryophyllene.” Planta Med. 1996; 62(5): 469–70.


Ações Inseticidas:

de Mendonca, F. A., et al. "Activities of some Brazilian plants against larvae of the mosquito Aedes aegypti." Fitoterapia. 2005 Dec; 76(7-8): 629-36.

SHANLEY, P. et. al. : Frutíferas e plantas úteis na vida amazônica, 2005, CIFOR, IMAZON, Editora Supercores, Belém, p. 300. http://www.cifor.org/publications/pdf_files/Books/BShanley0501.pdf

Escreva um comentário

Você deve acessar ou cadastrar-se para comentar.

Produtos relacionados

Etiquetas: Óleos Vegetais Cristais de Oz, Óleos Vegetais, Cristais de Oz, Óleo Vegetal, Copaíba, hidratação, cabelos, cicatrizante, picada, inseto, antibacteriano, antisséptico, bactericida, fungicida, antiviral, fungo, vírus, cistite, antifúngico, cortes, manchas, manchas da pele, estrias, celulite, erisipela, dermatite, psoriase